A importância da família na escola

A importância da família na escola

A educação de crianças e adolescentes não é responsabilidade exclusiva da escola, tampouco da família.

Um aspecto importante para entender esse tema tão complexo é compreender que uma formação que permite o desenvolvimento integral deles, considerando suas dimensões física, emocional, intelectual, social e simbólica, deve contar com a união de atores corresponsabilizados pela educação. 

A partir desse pensamento, no âmbito do aprendizado acadêmico, é possível ver a família como uma parceira em potencial da escola, colaborando e participando do planejamento, da gestão e das práticas educativas.  

A parceria entre família e escola, portanto, é um dos principais elementos para o sucesso da educação. Quanto mais em sintonia pais e escola estiverem, mais pleno e seguro será o desenvolvimento da criança e do adolescente.  

É comprovado que a participação dos pais no ambiente escolar traz segurança aos educandos. Eles se sentem acolhidos, encorajados e responsáveis por seus atos, pois estão sendo observados de perto.  

Percebendo que os pais e os familiares estão interessados em sua rotina de aprendizado e nas experiências que adquire na escola, o estudante se sente protagonista da sua história. Essa percepção melhora sua autoestima e estimula seu desenvolvimento

Contudo, o dia a dia e as longas jornadas de trabalho podem comprometer a atuação presente dos pais na rotina estudantil dos filhos. Nesse caso, é preciso redobrar os esforços, focar na organização e no planejamento para conseguir o tempo necessário à proximidade com a vida escolar das crianças.  

É importante lembrar que acompanhamento não significa cobrança. O aluno deve se sentir estimulado, motivador e prestigiado, não cobrado, para evoluir de forma prática e agradável em seu contexto de aprendizagem. 

Outro fator essencial para o bom entendimento entre as partes é a família confiar na proposta pedagógica da instituição onde seus filhos estudam diariamente. Por sua vez, a escola deve cumprir as diretrizes pedagógicas estabelecidas, cobrando envolvimento e participação dos responsáveis. 

Para reforçar a importância da família na escola, incentivando essa parceira, aqui vão algumas dicas: 

1. Acolher os pais e responsáveis. 

Para que a parceria seja eficaz, a escola deve acolher pais e responsáveis no ambiente educacional. O bom relacionamento deve ser trabalhado constantemente.  

2. Disponibilizar canais eficientes de comunicação. 

A tecnologia cada vez mais presente tem contribuído bastante para criar e manter canais eficientes de comunicação entre pais e escola. Eles permitem a troca de informações e ideias com muito mais agilidade, favorecendo o acompanhamento e o processo de aprendizagem.  

3. Investir na confiança.

Toda parceria, para dar certo, exige confiança. A família precisa entender seu papel e acreditar na proposta da escola, para que as orientações de ensino e o cumprimento das regras sejam seguidos pelos alunos de maneira serena e sem interferências.  

4. Estimular a criatividade pedagógica. 

Escolas que buscam formas alternativas e criativas de ensino são mais valorizadas pelos pais. Inclusive, eles se sentem mais dispostos a participar. Ações e propostas educacionais que cativam os alunos tendem a aproximar ainda mais gestores, professores e pais, fortalecendo o diálogo e a evolução das crianças.  

5. Aceitar e crescer com as críticas. 

Críticas construtivas ajudam a fortalecer a relação entre família e escola na busca de soluções conjuntas. Por isso, devem ser encaradas como colaboração, afinal, todos estão focados no mesmo objetivo: a educação plena do aluno.  

Se você gostou desse artigo e está procurando uma escola para seu filho, conheça o Colégio Integração. Veja como nós podemos criar uma saudável parceria para a educação do seu filho.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *