Qual o papel da Educação Física escolar?

Qual o papel da Educação Física escolar?

A Educação Física é um componente curricular obrigatório para todos os estudantes que estão no ciclo escolar.

A Educação Física é um componente curricular obrigatório para todos os estudantes que estão no ciclo escolar. Isso porque essa disciplina envolve muito mais do que a prática esportiva, pois suas aulas são ministradas de forma integrada à proposta pedagógica da escola. 

Quer saber mais? Então continue a leitura para entender a função e as vantagens dessa matéria para a formação das crianças e dos adolescentes. 

 

Qual a importância da Educação Física escolar? 

Segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs), elaborados pelo Ministério da Educação (MEC) para orientar os professores quanto à formulação dos planos de aulas de cada disciplina por ciclo, a Educação Física deve englobar diferentes aspectos ligados ao corpo humano, da teoria à prática. 

Nas aulas teóricas, os docentes abordam assuntos como bons hábitos e primeiros socorros. Já na parte prática, eles podem organizar atividades lúdicas ou mais tradicionais, como brincadeiras de rua, jogos alternativos, de quadra ou pré-desportivos. Em todos os casos, a cognição, a consciência corporal, o respeito às regras e o trabalho em equipe são estimulados com o propósito de manter o cérebro e o corpo ativos. 

Na Educação Infantil e no Ensino Fundamental I, a tendência é trabalhar mais a coordenação motora e estimular o desenvolvimento de habilidades cognitivas com atividades lúdicas. Já no Ensino Fundamental II e no Ensino Médio, as aulas de Educação Física visam a promoção de valores e a manutenção do interesse pela prática esportiva. Nesse sentido, os esportes são utilizados como uma ferramenta de aprendizagem. 

 

Quais são as vantagens da Educação Física escolar? 

1. Amadurecimento 

A prática esportiva tende a despertar diversos sentimentos nos participantes, como a alegria ao acertar o primeiro saque, fazer uma cesta ou marcar o gol da vitória e, ainda, a frustração após uma derrota. Nesse sentido, o papel da Educação Física envolve o desenvolvimento da maturidade emocional, uma vez que ajuda os estudantes a lidarem com as próprias emoções e a seguirem buscando evoluir com empatia e resiliência. 

 

2. Bons hábitos 

Em primeiro lugar, vale destacar que essa disciplina tem o propósito de despertar o prazer pela prática esportiva, o que contribui para a promoção de um estilo de vida saudável. Além disso, essa matéria é a porta de entrada para bons hábitos, como o cuidado com o corpo e a saúde em geral, incluindo a alimentação, a prática de atividades físicas e o sono. 

 

3. Consciência corporal 

A Educação Física tem um papel essencial na formação dos estudantes, pois os ensina a lidarem com o próprio corpo, incluindo suas potencialidades e suas limitações, o que contribui para o desenvolvimento do autoconhecimento e, consequentemente, para a superação de desafios. 

 

4. Desenvolvimento de competências 

Essa disciplina também colabora para o desenvolvimento de habilidades cognitivas e motoras. Sem falar que ela também auxilia o desenvolvimento da autoconfiança, cidadania, disciplina, liderança, raciocínio lógico e trabalho em equipe, competências de extrema importância para o futuro acadêmico, pessoal e profissional de todo estudante. 

 

5. Socialização 

A prática esportiva escolar também é uma excelente ferramenta de transformação, considerando que seus recursos pedagógicos permitem a integração social ao introduzirem uma série de noções fundamentais para a vida em sociedade, como a colaboração e o respeito às diferenças, independentemente das características culturais, de gênero, econômicas, étnicas, físicas, religiosas e sociais de cada um. 

Gostou de conhecer os benefícios da Educação Física escolar? Vale destacar ainda que essa disciplina possui vantagens exclusivamente ligadas a cada fase da vida. A infância, por exemplo, é a fase ideal para se trabalhar a alfabetização física, que envolve a promoção das habilidades estabilizadoras, locomotoras e manipulativas. Esse conceito foi criado pela Academia Americana de Pediatria (AAP) com uma preocupação voltada tanto para o estímulo inicial à atividade física quanto para sua manutenção ao longo da vida. 

Já a adolescência é marcada por muitas transformações, o que contribui para muitos estudantes se sentirem desanimados em relação à prática de exercícios. Por isso, os professores de Educação Física devem motivar os adolescentes a participarem das aulas regulares dessa disciplina e dos treinos extraclasse, compartilhando seus conhecimentos sobre as modalidades, promovendo atividades que auxiliem os discentes a criarem laços afetivos com os colegas e destacando como os esportes estimulam o cérebro como um todo, especialmente a produção da dopamina, hormônio responsável pela motivação. 

 

Agora que você já sabe qual é o papel da Educação Física escolar, pode compartilhar essas informações com seus amigos para que eles também possam incentivar seus filhos a praticarem esportes. O Colégio Etapa está no Facebook e no Instagram! 

Faça o primeiro comentário a "Qual o papel da Educação Física escolar?"

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.


*