A importância da música na educação

A importância da música na educação

O conceito de música como um remédio para a mente e o corpo é bastante antigo.

O conceito de música como um remédio para a mente e o corpo é bastante antigo. A música tem muitos efeitos benéficos e age como um estímulo cerebral, capaz de baixar níveis elevados de estresse.

Para as crianças e adolescentes, a musicalização promove o desenvolvimento cognitivo e alguns benefícios para o corpo como bem-estar, tranquilidade, coordenação motora, responsabilidade, memória e muitos outros.

De acordo com o Referencial Curricular Nacional Para a Educação Infantil, RCNEI (1998), a música é entendida como linguagem musical com capacidade de comunicar sensações e sentimentos por meio do som e do silêncio e está presente em todas as culturas, sendo que na Grécia Antiga já era considerada fundamental na formação dos futuros cidadãos, ao lado da Matemática e da Filosofia.

Além disso, o contato com a musicalização auxilia no desenvolvimento da cognição, desenvolvendo habilidades que auxiliam desde a memória, criatividade, motricidade e concentração, até o aumento da percepção corporal, psicomotricidade e da coordenação motora. A infância é a fase crucial para o desenvolvimento das diferentes competências inerentes ao ser humano, que posteriormente atuarão nas suas diversas áreas de funcionamento.

Além de auxiliar na educação básica e no desenvolvimento, a musicalização estimula a interação, além de fortalecer o vínculo entre mãe ou pai e a criança, pois a presença de um adulto é fundamental.

Como a música contribui para o desenvolvimento da criança

A música funciona como um importante precursor no desenvolvimento das aptidões linguísticas da criança, assim como da sua inteligência, capacidade de expressão e da coordenação motora. Por meio do ritmo, melodia e o timbre, a música facilita o trabalho relacional da criança e consequentemente o desenvolvimento das suas competências sociais.

A musicalização é um conjunto de atividades que visa à sensibilização, e que busca ampliar os conhecimentos musicais da criança. Contribuirá fortemente para a socialização, alfabetização, inteligência, capacidade inventiva, expressividade, coordenação motora e tato fino, percepção sonora; percepção espacial, raciocínio lógico e matemático e estética.

Não importa se seu pequeno vai ou não seguir o caminho musical, ouvir música, dançar, cantar, tocar violão, batucar… A introdução dessa linguagem traz inúmeros benefícios. Uma criança que passa por um processo de musicalização desenvolve mais áreas do cérebro, é mais atenta, mais sociável, faz conexões mentais com mais facilidade, comunica-se melhor, fica menos estressada, mais concentrada, aprende a cooperar, interagir, esperar e pode ser o próximo artista do país!

Confira os principais benefícios da música no desenvolvimento da criança:

  • Concentração;
  • Coordenação motora;
  • Inteligência;
  • Habilidade musical;
  • Criatividade;
  • Cria contato com outras culturas;
  • Estimula a autoestima e o desenvolvimento emocional;
  • Fortalece relações interpessoais.

A musicalização ainda ajuda a desenvolver a inteligência musical que, segundo Howard Gardner é uma das sete de sua Teoria das Inteligências Múltiplas. Ou seja, além de desenvolver uma inteligência, seu pequeno poderá desenvolver uma habilidade. E, quem sabe, ele não tenha um futuro musical?!

Faça o primeiro comentário a "A importância da música na educação"

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.


*