Linguagem da internet pode prejudicar o aprendizado?

Linguagem da internet pode prejudicar o aprendizado?

Com a chegada da internet e por conta do tempo que as pessoas dedicam aos espaços virtuais, a linguagem da internet, também chamada de net speak, tem se mostrado um desafio para a educação. Em se tratando de um ambiente informal, é comum que as pessoas usem muitas gírias, abreviações e até a linguagem por imagens, como os emojis, gifs e memes.  

Esse tipo de linguagem faz parte da comunicação desses espaços, o que não é algo ruim. Porém, alguns educadores demonstram preocupação com a confusão que isso poderia gerar na escrita dos jovens. Para lidar com essa nova linguagem, é importante compreender melhor os impactos que ela tem nos estudantes.  

Neste texto, nós iremos apresentar informações sobre a linguagem da internet e como evitar que ela atrapalhe o aprendizado do seu pequeno na escola. Boa leitura!  

 

A linguagem da internet realmente atrapalha a aprendizagem? 

Não, a linguagem da internet não é tão prejudicial aos estudantes, apesar de parecer um empecilho na aprendizagem. Desde os primeiros anos escolares, os alunos são orientados e aprendem a ajustar a sua comunicação ao meio em que se encontram. No caso da net speak, é um dialeto mais próximo da oralidade, que difere da normal culta. 

Nosso idioma é extremamente dinâmico, o que facilita e possibilita que alguns termos que surjam nesse contexto sejam incorporados à linguagem formal. Como exemplo, termos como “bug”, “avatar”, “baixar e “deletar”, surgiram na internet e já podem ser encontrados em dicionários. Além disso, a tecnologia traz novas possibilidades de ensino e aprendizagem que podem ser benéficas. 

 

Quais são os problemas e desafios enfrentados? 

Mesmo que não seja um grande problema, é provável que a exposição muito intensa a esse tipo de comunicação gere dificuldade em alguns conteúdos escolares, podendo prejudicar a concentração e atrapalhar a leitura de textos mais complexos.  

É possível também alguns alunos apresentarem desvios na escrita de algumas palavras ao entregarem atividades escolares. E a atenção deve ser ainda maior com crianças que ainda estejam em período de alfabetização.  

 

Como evitar e lidar com essa nova característica? 

A escola e os pais devem adotar algumas estratégias para evitar que essa novidade seja um problema. Uma boa maneira de entender como a comunicação acontece é aprender mais sobre os meios digitais, podendo ajudar a levar novos conhecimentos ao seu filho.  

Além de aproveitar as vantagens que a tecnologia oferece, é importante que os educadores abordem temas essenciais a respeito nas aulas. Assuntos como Fake News, segurança na internet e adequação da linguagem estão relacionados ao “internetês” e merecem ser debatidos.  

Em suma, a linguagem da internet já é uma realidade e ainda que apresente mudanças e desafios, essa nova forma de comunicação não precisa ser vista como um impasse para a educação. Esses novos recursos digitais podem ter também benefícios significativos para a aprendizagem quando bem aplicados. 

Faça o primeiro comentário a "Linguagem da internet pode prejudicar o aprendizado?"

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.


*